Brasil deve chegar a 1GW de energia solar em 2017

Começou ontem (8 de fevereiro), em Natal (RN), mais um momento para discutir os rumos da energia solar fotovoltaica no Brasil. O evento, que leva o nome de SolarInveste e é organizado pelo CERNE – Centro de Estratégias e Recursos Naturais e Energia, reúne representantes do governo e de entidades do setor que buscam encontrar um aprimoramento da regulamentação para o desenvolvimento da geração de energia via fonte solar aqui em nosso país. E uma previsão já apontada por eles é que em 2017 o Brasil poderá alcançar a marca de 1GW (gigawatt) de energia solar, um nível registrado apenas em 20 países, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar).

O ano promete ser movimentado para um mercado que, apesar de crescimento tímido no país, tem se destacado pelo potencial e competitividade”, diz a entidade. A expectativa provém de alguns movimentos do governo e de linhas de financiamento facilitadas para empresas ou pessoas físicas, por meio do BNDS ou da Caixa Econômica Federal, como o Construcard, que agora permite o financiamento de itens sustentáveis, como fossas ecológicas e sistemas de energia fotovoltaica (confira mais informações aqui).

Tendência no setor de energia solar

Os projetos por todo o país não param. Em Croatá, no Ceará, por exemplo, está sendo construída a primeira smart city social do país, uma cidade inteligente que atenderá área com forte déficit habitacional e de outros serviços. Outro destaque, além do crescimento por meio de propostas como essa ou por meio de grandes usinas, está no potencial do Brasil para a instalação de placas solares em telhados, que em 2016 teve uma disparada com uma alta de mais de 300% de crescimento.

Seja um instalador EBES

No cenário internacional, não é diferente. Informações do portal Brasil Energia mostram que no mercado fotovoltaico global e norte-americano, neste ano, teremos leilões “reversos”, ou seja, com preços decrescentes, proliferando globalmente. E mais: investimentos em novas instalações solares centralizadas de empresas de serviços públicos, relacionados a metas regulatórias, serão ultrapassados por aportes realizados por outros tipos de investidores; e as instalações residenciais de geração distribuída serão detidas em sua maior parte pelos próprios consumidores.

A EBES – Empresa Brasileira de Energia Solar, que está se despontando na instalação dos sistemas de geração de energia solar fotovoltaica, também está presente nesse cenário trazendo tecnologia de ponta e profissionais capacitados. Em 2016 participou de diversos projetos do governo, além das instalações particulares que aumentam dia a dia. Conforme dizem os engenheiros da empresa, “a EBES é aquela empresa que cuida de todo o processo para você poder aproveitar ao máximo a energia limpa e renovável que vem do sol – desde a parte técnica das instalações até a parte burocrática, de documentações e outras necessidades”.

Para mais informações sobre como ter um sistema de energia solar fotovoltaica em sua casa, Entre em contato conosco ou solicite seu orçamento gratuito.

Peça seu orçamento!